O Anti-Aging no combate aos efeitos causados pelo stress

É bastante conhecido que o stress crônico pode prejudicar a saúde e promover o envelhecimento precoce. Estudos publicados nos últimos anos sugerem que o stress pode simplesmente varrer uma década ou mais de vida saudável de uma pessoa.

O principal estudo sobre o assunto, publicado no Proceedings of the National Academy of Sciences, e coordenado pela Universidade da California, São Francisco (http://www.totalhormonegenetherapy.com/chein-stress.pdf), analisou biologicamente estruturas localizadas no final dos cromossomos humanos, os chamados tolomeres, que agem como medidores da idade biológica do ser humano. O relatório de 2005 é o primeiro e único a mostrar uma ligação direta entre o stress crônico e o envelhecimento.

Stress crônico e o envelhecimento

Quando encontramos uma situação estressante, o sistema nervoso responde com uma variedade de processos metabólicos. As glândulas adrenais secretam adrenalina, aumentando os batimentos cardíacos, a respiração e a pressão arterial.  Isso faz com que a concentração de oxigênio no sangue apóie a ação de enfrentar ou fugir do perigo. Os sentidos se tornam mais aguçado, a tolerância a dor aumenta e os músculos recebem quantidade adicional de açúcar e gordura, para que possa queimar energia.   
 
Os hormônios secretados durante o stress, fazem o corpo reordenar o sistema sanguíneo e os nutrientes para outras áreas, deixando de circular corretamente na pele. O corpo começa a se fechar para funções não tão essenciais como o sistema imunológico, para conservar energia para a batalha.  Enquanto isso é bom para uma situação de perigo de morte, é extremamente prejudicial para o corpo e mente quando se apresenta de maneira crônica e contínua.

Após a passagem do perigo ou do agente estressor, o corpo pode ter dificuldade de voltar ao normal, prejudicando a saúde e causando o envelhecimento precoce. As terapias da Medicina Preventiva Anti-Aging ajudam o corpo a acalmar e promovem o reparo aos estragos acumulados que foram causados por anos convivendo com o stress crônico.

O envelhecimento afeta tanto o corpo como a mente.  Como o passar dos anos, especialmente quando se está sob stress, às células, tecidos e órgãos do corpo começam a se deteriorar.  Um exemplo é a diminuição da circulação sanguínea na pele, causando rugas, sulcos, desidratação.

O stress também libera agentes químicos inflamatórios no corpo o que pode causar ou piorar a acne, insônia, pressão alta, problemas gástricos são maiores naquelas pessoas que lidam com o stress crônico. No cérebro, o stress diminui a memória as respostas cognitivas e pode contribuir para o aumento da depressão e ansiedade.  O tratamento da Medicina Anti-Aging tem seu principal objetivo reverter esse processo.
 
Stress crônico e o hormônio Cortisol

Durante os períodos de stress, o corpo produz um hormônio chamado cortisol, que existe para regular a pressão do sangue, a imunidade, a insulina, o metabolismo do açúcar e a resposta inflamatória do corpo.

Com o passar do tempo, o nível de cortisol prejudica a performance cognitiva, diminui a densidade dos ossos, diminui a imunidade, aumenta os depósitos de gordura no abdômen, prejudica a função da tireóide e desbalança os níveis de açúcar no sangue. Ao controlar o stress com terapias da Medicina Anti-Aging, o hormônio cortisol diminui e os efeitos negativos para a saúde param, encorajando assim o reparo dos tecidos e órgãos prejudicados.

Fonte: http://stress.lovetoknow.com/Managing_Stress_with_Rejuvenation

Anti-aging

“Exames de sangue para detectar baixos níveis de determinados hormônios ou excesso deles, colesterol alto, análise dos hormônios da tireóide, modulação do testosterona, estrogênio, melatonina, hormônio do crescimento, quantidade de nutrientes no sistema sanguíneo, tudo isso faz parte do dia-a-dia da medicina preventiva anti-aging, baseada especificamente na detecção precoce de doenças, prevenção do envelhecimento e tratamentos de bem estar e rejuvenescimento”, explica Dr. Ricardo Vallejos, diretor médico da RenuLife, Geriatra com experiência em medicina anti-aging e membro da World Society Of Anti-Aging Medicine (França) e World Academy of Anti-Aging Medicine (EUA) e membro da Sociedade Longevidade Saudável (Brasil).

Segundo ele, 90% das doenças em adultos são conseqüência do processo de degeneração causado pelo envelhecimento. “Isso inclui tanto as condições estéticas como rugas, sulcos e ganho de peso, como doenças do coração, cânceres, diabetes, obesidade, o stress crônico, a pressão alta, osteoporose, doenças auto-imunes, glaucoma, Alzheimer”, completa. E é aí que entra a Medicina Preventiva Anti-Aging.

Medicina Preventiva Anti-aging é uma nova especialização mundial que entra para detectar, prevenir, curar ou reverter o processo do envelhecimento, e as conseqüentes doenças relacionadas a ela, uma profunda quebra de paradigma na maneira de se tratar as doenças humanas.

O especialista também ressalta que os hormônios não caem ou aumentam porque nós envelhecemos. Nós envelhecemos porque há um desbalanço na produção de hormônios. Tudo começa a partir dos trinta anos, quando as pessoas passam a sentir uma perda de energia, concentração, começam a ganhar peso, e a perceber o desaparecimento do viço da pele, perda da capacidade funcional corporal, baixa de imunidade, stress, além das rugas, manchas e flacidez, sintomas comuns do envelhecimento.
 
Os 10 mandamentos da medicina anti-aging

1) Diagnóstico: 
O primeiro passo para iniciar-se no mundo da Medicina Anti-Aging é saber sua idade biológica, muitas vezes diferente da idade cronológica.  O diagnóstico através de exames clínicos e laboratoriais são feitos, utilizando aparelhos de última geração.

2) Terapia de Modulação Hormonal:
O desequilíbrio hormonal – falta ou excesso – traz consigo uma série de sintomas de envelhecimento precoce. A Terapia de Modulação Hormonal, com hormônios bioidênticos (não sintéticos) traz uma eficácia evidente e baixíssima possibilidade de efeitos colaterais indesejados.

3) Dieta rica em anti-oxidantes:
  Os Anti-oxidantes eliminam os estragos feitos pelos radicais livres na pele, resultando em saúde e aparência rejuvenescida.

4) Reposição de nutrientes:
A Vitamina C é muito efetiva na reversão dos sinais do envelhecimento, além de dar suporte a formação do colágeno, fundamental para a elasticidade e juventude da pele. Vitamina E apóia o sistema imunológico e combate a oxidação promovida pelo stress, consequentemente o envelhecimento.

5) Exercícios regulares: Exercícios físicos regulares combatem o stress e promovem o rejuvenescimento, através do crescimento de músculos no corpo, diminuição da gordura localizada, desintoxicação o corpo, melhora na circulação e o sistema linfático. 

6) Beber água: A Água ajuda a liberação das toxinas do corpo, promove a estabilização do pH e mantém a membrana celular da pele saudável.

7) Exercitar a mente: O stress aumenta a possibilidade de perda de memória, porém a atividade mental estimula e reverte o envelhecimento mental.

8) Controlar o stress com atividades relaxantes: As massagens, por exemplo, melhoram a circulação sanguínea e linfática, liberam substâncias químicas de prazer para o cérebro e trazem uma sensação de calma.

9) Dormir pelo menos 8 horas por dia: Adequar o número de horas de sono é vital para a saúde mental e do corpo. Falta de sono pode dificultar a convivência com situações de stress, trazer doenças e promover o envelhecimento precoce.

10) Procedimentos estéticos: É importante estar sempre em busca de cuidados estéticos não invasivos na pele do rosto e do corpo, como incremento da auto-estima.

OS TRATAMENTOS DA MEDICINA ANTI-AGING

A Clínica RenuLife é filiada ao The New York Institute for Preventive Medicine e ao Salerno Center, do famoso Dr. John Salerno, de Nova York, especialista que trabalhou com o famoso do Dr. Atkins (Atkins Center), e oferece tratamentos anti-aging.

O primeiro passo do tratamento é fazer alguns diagnósticos tais como: a presença de metais pesados no sangue, percentual de lesões causadas pela ação dos radicais livres no organismo, capacidade funcional corporal, alergias alimentares, ritmo do metabolismo, constituição corporal, nível de stress e alterações estéticas da pele da face, são algumas das avaliações realizadas. Exames clínicos e laboratoriais são feitos, utilizando aparelhos de última geração.  Ao final é possível fazer uma comparação entre a idade biológica (funcional) e a idade cronológica do paciente.

A partir daí, uma equipe de médicos treinados poderão identificar deficiências hormonais, nutricionais, metabólicas e estéticas, a fim de preparar um programa específico para cada necessidade. O principal diferencial do tratamento está exatamente na junção de terapias que equilibram os hormônios e a deficiência de nutrientes, controlando o stress, um plano alimentar individualizado, atividades físicas e procedimentos estéticos. 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: