envelhecimento ativo

Pilates For The Over 50’s

 

pilates-for-seniors-over-50s

When Pilates was first invented, it was so new andspecialized that only a very few trained practitioners could do the exercises. However, in the past few years the use of Pilates exercises has become common in the United States. There are many professionals spread across the whole country running Pilates studios staffed with certified instructors. People who follow the Pilates exercise program discover many benefits like better body posture, improved muscle flexibility, and balance. The program is so good that of all the exercise programs out there nothing compares to Pilates for aged people. The seniors can now do exercises that are safe and effective.

The American Association of Retired Persons states that the stretching and strengthening of the core muscles through Pilates is a very good way of warding off the effects of aging. Apart

Roland-Before Roland-After

Before Pilates

After Pilates

from the physical benefits, Pilates is also helpful in providing relief from stress and tension. Elderly people will increasingly need to keep up their strength and range of motion and Pilates can help them achieve that target with ease. There are several ailments associated with age like back pain, joint pain, etc. and Pilates can not only provide relief but it can also increase spinal and joint strength to avoid these problems. This is why doctors recommend Pilates for aged people. The best aspect of Pilates is that it is not difficult or stressful as a normal workout. When you start out, your own strength and stamina will control how far you can go with each exercise. Unlike weight training, there is no goal of gaining a certain muscle mass or losing so much fat. The only goal, if one needs it, is the general improvement health.

Pilates is more about mental control over your body than anything else. The first thing you will learn in your Pilates instruction is how to control your breathing, your balance, your muscles, and finally, how to control the coordination between all these.

Pilates involves what is known as Lateral Breathing. In Lateral Breathing, you inhale deeply through your nose and force the inhaled air to expand your ribcage. This sort of breathing is also known as Thoracic Breathing.

The Pilates exercise can help anyone achieve good health, vitality at any age. While important and beneficial to all, Pilates for aged people is necessary because as we grow older we start losing control and coordination of our muscles. Not only is this physically inconvenient but it can also lead to several emotional problems which are best avoided at a time when life ought to be restful and full of peace.

 

 

Source: http://EzineArticles.com/?expert=Anita_Wisp

 

 

Envelhecimento ativo: uma nova perspectiva alinhada ao Pilates

O Active Aging visa aumentar a qualidade de vida durante o processo de envelhecimento

 

foto especialistaEspecialista Minha Vida

Envelhecer ativamente, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), é otimizar as oportunidades de saúde, participação e segurança, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida à medida que as pessoas ficam mais velhas. As pessoas podem participar da vida de forma plena, independentemente de sua condição socioeconômica. O objetivo do Active Aging – Envelhecimento Ativo – é aumentar a expectativa de uma vida saudável e a qualidade de vida para todas as pessoas que estão envelhecendo, inclusive as que são frágeis, fisicamente incapacitadas e que requerem cuidados especiais. Manter a autonomia e a independência durante o processo de envelhecimento é a sua principal meta.

A filosofia do Active Aging é a de que podemos mudar a forma como envelhecemos, ao nos mantermos ativos o máximo possível em todas as esferas da vida: física, espiritual, emocional, intelectual, profissional e social. Ela caminha lado a lado com os princípios do Pilates: saúde integral do corpo, compromisso com o corpo todo e respiração. Envelhecer dentro dessa dimensão de bem-estar nos mantém envolvidos, alertas e capazes de desfrutar de uma vida produtiva.

A atividade física regular ajuda a manter a função cognitiva, além de reduzir substancialmente os riscos de doenças coronárias, derrame, diabetes e câncer de colo, além dos sintomas de depressão e ansiedade, por estar relacionada com a diminuição de hospitalização, de visitas médicas e de medicações. Comprometer-se com uma breve atividade física diária pode produzir resultados muito positivos, incluindo melhoras dramáticas e bastante duradouras de humor.  

Aumento da expectativa de vida

O aumento do número de anos de vida da população é o grande triunfo da humanidade e também um dos maiores desafios que enfrenta. Em todo o mundo, a proporção de pessoas com 60 anos ou mais está crescendo mais rapidamente do que a de qualquer outra faixa etária. A idade cronológica, no entanto, não é o grande definidor do envelhecimento. A juventude e a saúde devem ser analisadas com base em uma perspectiva mais ampla, incluindo nível de atividade, independência e participação na sociedade. O termo “saúde” refere-se ao bem-estar físico, mental e social.

Até 2025, segundo a OMS, o Brasil será o sexto país do mundo em número de idosos. A expectativa média de vida também aumentou. Como podemos ajudar as pessoas a permanecerem independentes e ativas à medida que envelhecem?

As medidas para ajudar as pessoas a se manterem saudáveis e ativas são hoje emergenciais para o futuro da humanidade, uma vez que esse envelhecimento global intensifica a pressão social e econômica em todo o mundo.  

Esse tema faz parte das discussões promovidas pela OMS, que vem incentivando a busca de informações para a formulação de programas que promovam um envelhecimento saudável e ativo. Esses programas devem ser baseados nas necessidades, preferências e habilidades de todos, incluindo “os mais velhos”.

A prevenção de quedas vem tornando-se uma das áreas prioritárias para os governos por serem as quedas a causa principal de lesões que levam à hospitalização e à morte de pessoas na faixa etária de 65 ou mais.

A mudança demográfica demanda serviços de prevenção que reduzam ou eliminem o risco de dano físico e psicológico associados a quedas. Urge oferecer informação a essa população de como manter-se saudável, ativo, independente e sobre os próprios pés.

Por meio dessa perspectiva, podemos vislumbrar o potencial que o Pilates oferece a curto, médio e longo prazo.  

Pilates e envelhecimento saudável

O Pilates é um método que equilibra e harmoniza os sistemas corporais, além de desenvolver consciência de si e do outro. O método é versátil e seus movimentos e equipamentos promovem o lúdico para o público infanto-juvenil, o desafio para o público masculino, a segurança, a tranqüilidade e o acolhimento para o público fisicamente mais frágil e necessitado de cuidados especiais e, finalmente, a delicadeza, a sutileza e a profundidade que atrai os que já percorreram boa parte da famosa jornada do autoconhecimento.

O método contribui para o fortalecimento dos ossos e da musculatura e também refina o controle motor, otimizando o sistema de equilíbrio do corpo. Ele assim minimiza a incidência de quedas e auxilia no tratamento e na prevenção da osteoporose. Quanto mais cedo for praticado, maior será sua capacidade de contribuição. É preciso estimular as crianças desde cedo ao movimento para que conquistem até seus 18 ou 20 anos os 98% da massa óssea que atingirão em toda a sua vida. Dessa idade até os 30 anos, mais ou menos, constroem os 2% restantes e, a partir daí, é possível apenas manter ou perder.

As pessoas mais velhas, em especial, encontram no Pilates um espaço seguro e eficiente para a exploração e a restauração de movimentos que nunca antes julgariam capazes de executar. Ele promove uma grande mudança de paradigma, pois as pessoas descobrem que é possível mover-se com prazer, sem medo e sem dores. Outro atrativo para essa faixa etária é o ambiente de concentração que o método facilita.

Pilates é um método de movimento com um ambiente extremamente seguro, no qual se pode simular e, conseqüentemente, treinar e refinar funções cotidianas (como tomar banho, comer, usar o banheiro, caminhar, fazer compras, subir escadas, realizar atividades domésticas). Essas funções são indispensáveis para uma população em processo de envelhecimento, que precisa fortalecer conceitos de autonomia, independência, qualidade de vida e expectativa de vida saudável. Esses conceitos incorporam de uma maneira complexa não apenas a saúde física de uma pessoa como também seu estado psicológico, suas relações sociais, suas crenças e sua relação com o ambiente. 

Mais sobre o Pilates

Desenvolvido pelo alemão Joseph Hubertus Pilates, o Pilates é um método conhecido por proporcionar bem-estar físico e mental aos seus praticantes. A técnica, realizada com o auxilio de aparelhos e acessórios simples, como bolas e faixas elásticas, desenvolve músculos fortes, alongados e mais flexíveis.

How to Set Up a Pilates Studio for the Active Aging
By Lindsay G. Merrithew as published in The Journal on Active Aging, 2009

When incremental factors such as space, instruction and cost play a large role in your organization’s fitness/wellness operations, it’s important to examine all your options before the implementation stageResearch surveys report that there has been an increase in specialized fitness programming for older adults over the past few years.1,2,3As a result, more and more owners within the active-aging community are choosing to incorporate pilates classes into their fitness and wellness programs and/or build a studio.Why pilates? Pilates allows exercisers to move within their limitations and can be adapted to enhance anyone’s current training routine. It is a form of exercise for all ages and stages, and a kinder, gentler exercise for the body with the benefits of strength and flexibility training.“This method of exercise is versatile and can be modified to suit anyone’s needs,” says Moira Merrithew, director of education for Toronto-based STOTT PILATES® and a leading pilates educator. “Pilates is perfect for the older exerciser,” believes Merrithew, “because it helps improve postural problems; increases core strength, stability and peripheral mobility; helps prevent injuries; enhances functional fitness as a whole; improves balance, coordination and circulation; heightens body awareness; and is low impact on the joints.”

Determining whether you can afford or even want to open a pilates studio is the first big question. From a programming perspective, the answer seems quite obvious. But from an owners’ perspective, there are more things to consider.

REQUIREMENTS FOR EQUIPMENT STUDIOS

“Do I have the space?” is often the first thought that comes to mind. Don’t fret; there are some simple solutions. The space you allot to your pilates studio can be relatively small if you choose to have only one or two items of equipment. In fact, some owners opt for 200–300 sq. ft. for one-on-one training or semi-private classes to start. For older exercisers, it isn’t recommended to offer equipment or matwork programming to extremely large groups, as these clients require more attention and the instructor will need to assist them more often.

To establish a designated pilates studio, you can use as little as 400–800 sq. ft. The 800-sq.-ft. space is approximately the size of a racquetball court and can comfortably accommodate a fully equipped pilates studio, which includes:

  • four Reformers
  • two Cadillac Trapeze Tables
  • four Stability Chairs
  • two Ladder Barrels

and other accessories. (See “Glossary of pilates equipment” on page 40 to learn about the equipment listed above.)

A smaller 400-sq.-ft. studio can hold approximately four Reformers, so at the very least, you can offer programming associated with this essential piece of pilates equipment.

It is also important to designate a space that is located away from distracting rooms—such as where group exercise classes or other leisure activities may be held. Pilates exercisers prefer a peaceful environment that supports a mind-body workout, and this atmosphere should be established with the utmost care and consideration.

Once you find the perfect space to implement your pilates studio, you must make sure to remain realistic about the amount of equipment you can fit in that area, and the type of use the equipment will get. Choose equipment that is versatile and offers maximum programming options to keep your pilates program fresh, challenging and adaptable to the changing requests of your members or residents.

QUALIFIED INSTRUCTORS ARE KEY

With a designated space in your facility, staffing is the next key to expanding your business. It is imperative to understand that highly skilled instructors are important for this age group, and that specialized pilates-based equipment requires proper training and programming knowledge.

You now have the ability to offer pilates career opportunities to your existing fitness or wellness staff. If you recruit and train your existing quality personal trainers and group exercise instructors to be pilates instructors, they can subsidize their current client-base and group classes with alternative training methods and grow their clientele.

A studio designed for private, semi-private and group training allows several instructors to work together in the same space while training clients. With a pilates studio on your premises, you can also offer non-staff instructors part-time or full-time positions according to the studio’s demand.

Instructors who are looking for a career within this life-stage category require specialized training. Although comprehensive training is crucial, pilates education doesn’t stop after certification. It is vital to make sure that your instructors are attending continuing education courses and workshops. By offering training and continuing education, you can show those dedicated individuals who are already helping you increase membership or resident participation that you care about their professional growth—which, in turn, means organizational growth.

Highly skilled instructors can bring a plethora of exercise variety to your facility and cater to those older adults who may feel intimidated to try pilates. Qualified instructors will also look out for the safety of your members or residents, which is pertinent to the owner and exerciser, and take care of the needs of older clients.

OTHER CONSIDERATIONS

There are some other things to consider in setting up a pilates studio. These include:

  • Temperature. As with any fitness or wellness facility, you will want to implement a temperature that is comfortable for exercise.
  • Flooring. Carpet is recommended for your pilates studio for comfort reasons and going from machine to machine, as pilates exercise is most often performed without shoes.
  • Change rooms. It is highly recommended that you designate specific change rooms for pilates participants away from the regular exercise change rooms—simply because pilates, or any type of mind-body fitness, creates a relaxed atmosphere not to be interrupted by the banging of weights, and the like.
  • Water. Have water available within the pilates studio. Proper hydration is crucial, and easy access will encourage drinking before, during and after workouts.

A specific room is always desirable for pilates, depending on your facility layout or affordability of space allotment. Use warm tones on the walls and focus on the mind-body “feeling” throughout your area. Finally, avoid distracting lighting or loud music.

Envelhecimento Ativo: conceito e fundamento

Se quisermos que o envelhecimento seja uma experiência positiva, uma vida mais longa deve ser acompanhada de oportunidades contínuas de saúde, participação e segurança.

A Organização Mundial da Saúde adotou o termo “envelhecimento ativo” para expressar o processo de conquista dessa visão.

O que é “envelhecimento ativo”? Envelhecimento ativo é o processo de otimização das oportunidades de saúde, participação e segurança, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida à medida que as pessoas ficam mais velhas.

O envelhecimento ativo aplica-se tanto a indivíduos quanto a grupos populacionais. Permite que as pessoas percebam o seu potencial para o bem-estar físico, social e mental ao longo do curso da vida, e que essas pessoas participem da sociedade de acordo com suas necessidades, desejos e capacidades; ao mesmo tempo, propicia proteção, segurança e cuidados adequados, quando necessários.
A palavra “ativo” refere-se à participação contínua nas questões sociais, econômicas, culturais, espirituais e civis, e não somente à capacidade de estar fisicamente ativo ou de fazer parte da força de trabalho.

As pessoas mais velhas que se aposentam e aquelas que apresentam alguma doença ou vivem com alguma necessidade especial podem continuar a contribuir ativamente para seus familiares, companheiros, comunidades e países.
O objetivo do envelhecimento ativo é aumentar a expectativa de uma vida saudável e a qualidade de vida para todas as pessoas que estão envelhecendo, inclusive as que são frágeis, fisicamente incapacitadas e que requerem cuidados.

O termo “saúde” refere-se ao bem-estar físico, mental e social, como definido pela Organização Mundial da Saúde. Por isso, em um projeto de envelhecimento ativo, as políticas e programas que promovem saúde mental e relações sociais são tão importantes quanto aquelas que melhoram as condições físicas de saúde.
Manter a autonomia e independência durante o processo de envelhecimento é uma meta fundamental para indivíduos e governantes (veja definições).

Além disto, o envelhecimento ocorre dentro de um contexto que envolve outras pessoas – amigos, colegas de trabalho, vizinhos e membros da família.
Esta é a razão pela qual interdependência e solidariedade entre gerações (uma via de mão-dupla, com indivíduos jovens e velhos, onde se dá e se recebe) são princípios relevantes para o envelhecimento ativo.

A criança de ontem é o adulto de hoje e o avô ou avó de amanhã. A qualidade de vida que as pessoas terão quando avós dependem não só dos riscos e oportunidades que experimentarem durante a vida, mas também da maneira como as gerações posteriores irão oferecer ajuda e apoio mútuos, quando necessário.

– Alguns conceitos importantes

Autonomia é a habilidade de controlar, lidar e tomar decisões pessoais sobre como se deve viver diariamente, de acordo com suas próprias regras e preferências.

Independência é, em geral, entendida como a habilidade de executar funções relacionadas à vida diária – isto é, a capacidade de viver independentemente na comunidade com alguma ou nenhuma ajuda de outros.

Qualidade de vida é “a percepção que o indivíduo tem de sua posição na vida dentro do contexto de sua cultura e do sistema de valores de onde vive, e em relação a seus objetivos, expectativas, padrões e preocupações.
É um conceito muito amplo que incorpora de uma maneira complexa a saúde física de uma pessoa, seu estado psicológico, seu nível de dependência, suas relações sociais, suas crenças e sua relação com características proeminentes no ambiente” (OMS, 1994).

À medida que um indivíduo envelhece, sua qualidade de vida é fortemente determinada por sua habilidade de manter autonomia e independência.

Expectativa de vida saudável é uma expressão geralmente usada como sinônimo de “expectativa de vida sem incapacidades físicas”.
Enquanto a expectativa de vida ao nascer permanece uma medida importante do envelhecimento da população, o tempo de vida que as pessoas podem esperar viver sem precisar de cuidados especiais é extremamente importante para uma população em processo de envelhecimento.

Com a exceção da autonomia, sabidamente difícil de mensurar, todos os conceitos acima foram elaborados através de tentativas de medir o grau de dificuldade que uma pessoa mais velha tem ao executar atividades de vida diária (AVDs) e atividades instrumentais de vida diária (AIVDs).
As AVDs incluem, por exemplo, tomar banho, comer, usar o banheiro e andar pelos cômodos da casa, e as AIVDs incluem atividades como fazer compras, realizar trabalhos domésticos e preparar refeições.

Recentemente foram desenvolvidas algumas medidas de qualidade de vida relacionadas à saúde que são mais gerais e foram validadas.
Essas medidas precisam ser compartilhadas e adaptadas para o uso em diversos cenários e culturas.

O termo “envelhecimento ativo” foi adotado pela Organização Mundial da Saúde no final dos anos 90.
Procura transmitir uma mensagem mais abrangente do que “envelhecimento saudável”, abrangente do que “envelhecimento saudável”, e reconhecer, além dos cuidados com a saúde, outros fatores que afetam o modo como os indivíduos e as populações envelhecem (Kalache e Kickbusch, 1997).

A abordagem do envelhecimento ativo baseia-se no reconhecimento dos direitos humanos das pessoas mais velhas e nos princípios de independência, participação, dignidade, assistência e auto-realização estabelecidos pela Organização das Nações Unidas.

Assim, o planejamento estratégico deixa de ter um enfoque baseado nas necessidades (que considera as pessoas mais velhas como alvos passivos) e passa ter uma abordagem baseada em direitos, o que permite o reconhecimento dos direitos dos mais velhos à igualdade de oportunidades e tratamento em todos os aspectos da vida à medida que envelhecem.
Essa abordagem apóia a responsabilidade dos mais velhos no exercício de sua participação nos processos políticos e em outros aspectos da vida em comunidade.

HOW DO I START?Every organization’s needs are unique. In addition, not all facilities are created equal and common obstacles—such as limited resources, space or budget—can seem like barriers to organizations that want to participate in mind-body fitness programs, including pilates. It is important to seek out experts in the pilates industry who can help outline your choices and make your decisions easier. Consultants can provide one-on-one expert advice on everything from staffing and strategic marketing to equipment and studio layout scenarios—all of which will help you on the road to success in no time.


WHAT YOU NEED TO SET UP SHOP

  1. 1. The right space.Small pilates studios can start anywhere from 200–300 sq. ft. for private training or semi-private classes. Small group Reformer training will require at least 400 sq. ft. to house four Reformers, while a fully equipped pilates studio will require approximately 800 sq. ft. of space.
  2. 2. Basic pilates mat program.Mats are easy to store and maneuver— and may be useful for other fitness classes as well. Matwork can be done with a variety of light equipment or props including, for example, resistance bands and stability balls.
  3. 3. Qualified instructors.Staff your studio with instructors who are properly trained in pilates, and in particular, in dealing with older clients with potential movement and/or mobility issues.
  4. 4. Equipment pilates.Even though pilates equipment may look intimidating at first, there are several benefits to incorporating it into your pilates program. The equipment supports and assists the client while the person learns the intricacies of this practice. Equipment-based pilates also includes more full-body work than mat pilates, which can place more focus on the arms and legs as well as the core musculature. Equipment recommendations for first-time pilates owners include Reformers and Stability Chairs.
  5. 5. Advice. Contact someone from the pilates industry who knows how to build a successful pilates business. If you are unfamiliar with pilates in general, or if you want to expand your current mind-body space, speak to a reputable business consultant within the industry for the best advice to make your venture a success.

GLOSSARY OF PILATES EQUIPMENT

Cadillac Trapeze Tables: A variety of spring lengths, tensions and multiple attachment sites allow arms and legs to be worked independently to ensure muscle balance and control, and allow more three-dimensional movements in all planes of motion.

Ladder Barrels: Designed to aid in aligning and mobilizing the spine, improving posture and developing balance and control, the Ladder Barrel supports exercises for beginners or fully conditioned exercisers.

Reformers: The most widely used piece of pilates equipment, the Reformer utilizes spring resistance and a smooth gliding carriage to perform hundreds of exercises, which can be adapted to any fitness level.

Stability Chairs: Ideal for those who need to stay in a seated or upright position, the Stability Chair helps rebalance muscles while still providing a full-body workout and is perfect to fit in small spaces.


ACTIVE FOR LIFE WORKSHOPS

STOTT PILATES continues to expand its continuing education offerings with the recent introduction of its new Active for Life Program. Through this “specialty track” program, facility owners and fitness/ wellness instructors can implement or enhance a pilates program geared towards the active-aging population. The Active for Life Program includes workshops that provide instruction in pilates essentials, as well as those designed particularly for an older audience. Some workshops include the use of light equipment and are designed to address the specific needs and concerns of different age and health categories. For more information, email fullsolutions@stottpilates.com.


REFERENCES

1. Thompson, W. R. (2008). Worldwide Survey Reveals Fitness Trends for 2009. ACSM’s Health and Fitness Journal, 12(6), 1–8, November- December. Retrieved from http://www.acsm.org/ AM/Template.cfm?Section=Home_Page&Templ ate=/CM/ContentDisplay.cfm&ContentID=11 531.

2. American Council on Exercise. (2008, December 9). Press release: ACE Says Budget- Friendly and Boot Camp-Style Workouts Among Most Popular Fitness Trends in 2009. Retrieved from http://www.acefitness.org/ media/media_display.aspx?itemid=2543.

3. American Sports Data. (2005, April 12). Press release: Older Americans are transforming landscape of physical fitness. (Findings from the 18th Annual SUPERSTUDY® of Sports Participation.) Retrieved from http://www.american sportsdata.com/pr-olderamericanstransform physfitness.asp.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: